Geofísica aplicada: conheça mais sobre.

Antes de explicar sobre a geofísica aplicada, é necessário entender primeiro o que é a geofísica e porque ela é uma ciência tão importante na busca por água subterrânea, prospecção de minérios e em outros estudos.

A geofísica é a ciência que estuda o interior da superfície terrestre através de medições indiretas das propriedades físicas das rochas e materiais que compõe ele, dessa forma, não é necessário realizar nenhum tipo de perfuração ou processo que danifique o solo ou meio ambiente daquele local.

Geofísica aplicada: quando utilizar

A geofísica aplicada pode ser utilizada em diversas ocasiões, algumas das principais são:

  • Estudos de monitoramento ambiental;
  • prospecção de água subterrânea;
  • prospecção mineral;
  • geotecnia;
  • na identificação de cavidades;
  • entre vários outros.

Em todos esses casos, é necessário que um profissional habilitado execute o trabalho e que ele identifique qual o método e equipamento devem ser aplicados para que o serviço seja feito com a máxima qualidade possível.

Métodos da geofísica aplicada

Existem diversos métodos que podem ser utilizados na geofísica aplicada, entre eles estão:

  • Magnetometria;
  • métodos elétricos (eletrorresistividade e polarização induzida);
  • métodos sísmicos;
  • métodos eletromagnéticos;
  • entre outros.

O método eletromagnético e o método elétrico podem ser aplicados a prospecção de água subterrânea, seja de maneira individual ou até mesmo de maneira conjunta. Para saber qual dos dois vale mais a pena ou se faz sentido aplicar eles dois em conjunto, é necessário contar com uma equipe de geólogos e geofísicos experientes nesse tipo de aplicação geofísica.

Além disso, vale ressaltar que, após ser executado o trabalho de campo, o serviço ainda não está finalizado, pois, é necessário realizar o processamento desses dados, que geralmente é feito sob a utilização de softwares específicos que vão tratar os dados brutos obtidos em campo.

Em diversas ocasiões, a geofísica aplicada não é feita de maneira isolada e são necessários alguns outros serviços para que o estudo possa ser realizado da melhor maneira possível. Por exemplo, na prospecção mineral, primeiro é realizado o mapeamento geológico e após ele, se fizer sentido, é definido o método geofísico que vai ser aplicado em uma determinada região onde foram identificados afloramentos que possuem o minério de interesse a ser extraído.

Aplicação do radar de penetração do solo

O método do radar de penetração do solo ou GPR (ground penetrating radar) é bastante aplicado no estágio de perfuração das fundações ou em obras que vão ser realizadas em zonas urbanas. 

Isso acontece porque ele é o método ideal para ser utilizado na identificação de elementos que estão há poucos metros da superfície, como, fiações elétricas, bancos de fibra óptica, artefatos arqueológicos e outras estruturas que não foram mapeadas e que podem ser um grande problema para a perfuração de fundações.

radar de penetração do solo
Geofisica aplicada: radar de penetração do solo.

Se você quer contar com uma equipe de geólogos e geofísicos experiente para utilizar a geofísica aplicada, entender qual o método e o equipamento que fazem mais sentido para o seu projeto e garantir um trabalho de qualidade, entre em contato conosco!

0

Deixe seu comentário:

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários