Eletrorresistividade: conheça mais sobre

A eletrorresistividade é um método geofísico que aplica correntes elétricas no solo e, através das propriedades dos materiais em subsuperfície mede a resistividade daquela determinada região. A partir da medida da resistividade, é possível entender quais estruturas geológicas existem ou podem existir e quais são os tipos de rochas de acordo com a geologia local.

Com todas essas informações, é possível prospectar minérios, água subterrânea, realizar estudos ambientais e uma série de outras atividades com esse método da geofísica. Para saber mais sobre a eletrorresistividade, leia este conteúdo até o final!

Explicando a eletrorresistividade

A eletrorresistividade foi definida pela lei de Ohm, que diz que a corrente (I) é proporcional a voltagem (V) e dada pela expressão matemática V= R x I, onde R é a resistência elétrica e sua unidade é Ohm. A partir disso, para a aplicação da eletrorresistividade como método geofísico, é introduzida uma corrente elétrica contínua no solo através de eletrodos, que são hastes de metal, que vão estar conectadas aos terminais de uma fonte portátil.

Outros eletrodos, que também estão conectados aos terminais vão realizar a medida da diferença de potencial resultante no solo através de um amperímetro, através desse processo pode-se saber a distribuição da resistividade elétrica em uma determinada superfície.

O espaçamento dos eletrodos e o arranjo deles vai determinar a área e a profundidade em que essa investigação está sendo realizada. Com isso, conhecendo a geologia local, é possível identificar as variações de resistividade e entender quais são as potenciais rochas que devem estar ocorrendo nas diferentes profundidades daquela região.

Técnicas de aquisição de campo

Existem três principais técnicas de aquisição de campo da eletrorresistividade, elas são:

A sondagem elétrica vertical ou SEV é a investigação pontual em subsuperficie que identifica a variação vertical da resistividade do solo, sendo bastante aplicada a estudos ambientais, prospecção de água subterrânea e a projeção de subestações elétricas.

O caminhamento elétrico é a investigação lateral da resistividade, podendo-se manter constante em uma determinada profundidade ou variando ela. Ele também tem diversas aplicações, como prospecção mineral, identificação de cavernas e cavidades, entre outras.

A perfilagem elétrica é bastante utilizada em poços de petróleo e obtida com uma sonda que é inserida dentro do poço, sendo um dos principais métodos da geofísica do petróleo

eletrorresistividade
Geólogo aplicando o método da eletrorresistividade

Arranjos da eletrorresistividade

Para as diferentes técnicas de eletrorresistividade, existem diferentes arranjos que podem ser aplicados, os principais são:

  • Wenner;
  • Schlumbeger;
  • Dipolo-Dipolo;
  • Polo-Dipolo;
  • Polo-Polo
  • Gradiente.

Cada um deles possui sua especificidade e seus pontos positivos e negativos, no gif abaixo, retirado de um material do Professor Antonio Celso de Oliveira Braga, da UNESP, você pode conferir a aplicação da sondagem elétrica vertical utilizando o arranjo Wenner, onde os quatro eletrodos são espaçados a mesma distância (a), a corrente é injetada pelos eletrodos A e B e medida pelos eletrodos M e N.

Como existem diferentes técnicas da eletrorresistividade e dentro delas vários tipos de arranjo, para entender qual é o ideal para a sua necessidade, é necessário contar com uma consultoria geofísica experiente para entender as especificidades do local e o objetivo do estudo.

Cabe ressaltar que mesmo após o trabalho de campo ser feito, é necessário realizar o processamento dos dados e fazer a interpretação deles para correlacioná-los com as litologias presentes na região e tirar conclusões das possibilidades de rochas ou estruturas geológicas no subsolo.

Para contar com uma equipe experiente que além da eletrorresistividade também trabalha com vários outros métodos geofísicos, entre em contato conosco!

0

Deixe seu comentário:

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Geofísica aplicada: conheça mais sobre.​ - Global Image

[…] elétricos (eletrorresistividade e polarização […]